buscar

Conheça o Virtus GTS, o sedan da Volkswagen com uma pegada esportiva

A categoria de sedans está começando a apresentar uma leve melhora, prova disso é o sucesso do Jetta GLI, da própria Volkswagen. Antes tidos como os favoritos do mercado, começaram a ser preteridos pelos SUVS e tiveram sua parcela no mercado reduzida.

Carros
7 meses atrás
Conheça o Virtus GTS, o sedan da Volkswagen com uma pegada esportiva

Por conta disso, toda chegada de um sedan no mercado é vista com bons olhos. Com o Virtus foi exatamente assim e, por já contar com a credibilidade que a Volkswagen passa, foi fácil emplacar. Agora para dar uma apimentada na linha, os alemães apresentaram o Virtus em sua versão GTS, entregando um desempenho muito satisfatório, mas com o preço nem tanto.

Esportividade além da sigla

Recentemente, a Volkswagen apresentou a linha GTS tanto do Polo quanto do Virtus, sendo que o hatch teve suas vendas iniciadas em janeiro. O Virtus foi o primeiro veículo de categoria sedan que recebeu a famosa sigla.

A sigla GTS já é uma antiga conhecida do mercado brasileiro. Durante os anos de 80 e 90, a sigla ganhou muita fama por conta de seus icônicos modelos como o Passat GTS Pointer e o Gol GTS. Mas embora a sigla já não seja tão nova, o Virtus GTS é o primeiro sedan a receber a mesma.

O modelo vai de 0 a 100 km/h em apenas 8,7 segundos e atinge a velocidade máxima de 210 km/h
O modelo vai de 0 a 100 km/h em apenas 8,7 segundos e atinge a velocidade máxima de 210 km/h

Esteticamente falando, o Virtus GTS recebe algumas modificações como os novos faróis full LED, um novo para-choque, uma grade do tipo colmeia com o logo GTS e um filete vermelho, novas lanternas traseiras escurecidas, defletor preto brilhante acima di porta-malas e os retrovisores pintados de preto brilhante. As rodas são diamantadas aro 17 com pneus 205/50 R17.

O Virtus GTS está disponível nas cores sólidas (Preto Ninja e Branco Cristal), e as metálicas (Prata Sirius, Cinza Platinum e Azul Biscay), sendo a cor azul exclusiva da linha GTS.

Não foi à toa que o Virtus se tornou o primeiro sedã Volkswagen a ostentar a insígnia GTS
Não foi à toa que o Virtus se tornou o primeiro sedã Volkswagen a ostentar a insígnia GTS

Interior

Seguindo o estilo do Polo GTS, o Virtus GTS tem o interior com uma pegada mais esportiva, mesclando o preto das laterais, teto e bancos com detalhes em vermelho em locais pontuais do veículo como nas saídas do ar-condicionado, no câmbio, no volante e nos bancos (que são mais esportivos e vem com a sigla GTS no mesmo).

De resto, o Virtus GTS segue a mesma linha de interior de um Highline. Seu pacote de opcionais é farto e conta com itens como partida por botão, ar-condicionado automático e digital, controles de estabilidade e tração, quadro de instrumentos digital, central multimídia Discovery Media e sensores de chuva e crepuscular.

Motorização

Assim como o Polo, o mesmo motor 1.4 turbo que rende 150 cv de potência e 25,5 kgfm de torque empregado no hatch vem a equipar o Virtus GTS, fazendo com que o veículo alcance 210 km/h de velocidade máxima e fazendo um 0-100 em apenas 8,7 segundos.

O motor é o mesmo utilizado em veículos como o Jetta, Tiguan, T-Cross e até mesmo do Audi A3, diferenciado apenas pela velocidade máxima e do 0-100 que varia de acordo com o modelo.

Vale a pena?

Um sedan com pegada esportiva, excelente motorização, tecnológico e praticamente sem concorrentes diretos: O Virtus GTS tem tudo para ser um dos novos queridinhos do mercado, certo?

Mas a própria Volkswagen não contava que, com o preço de R$ 104.940, o Virtus GTS teria um concorrente um tanto quanto inesperado: O sedan médio da própria Volks, o Jetta! E ainda por cima custando 5 mil reais a menos em sua versão de entrada.

As rodas são diamantadas e têm 17 polegadas, com pneus 205/50 R17 – perfil que colabora para que o Virtus mantenha sua qualidade de rodagem, ao mesmo tempo em que melhora seu desempenho em curvas, para o que colabora o acerto esportivo da suspensão
As rodas são diamantadas e têm 17 polegadas, com pneus 205/50 R17 – perfil que colabora para que o Virtus mantenha sua qualidade de rodagem, ao mesmo tempo em que melhora seu desempenho em curvas, para o que colabora o acerto esportivo da suspensão

Para completar ainda, a versão intermediária do Jetta (Comfortline) custa menos de 5 mil reais a mais que o Virtus GTS, e chega a oferecer mais itens além do acabamento melhor digno de um veículo de categoria acima.

O Virtus GTS tem uma excelente proposta, mas com a própria Volkswagen oferecendo o Jetta por um valor tão próximo e com o mesmo motor dos carros da linha GTS, fica difícil da marca conseguir justificar a escolha pelo Virtus GTS. E tudo isso por culpa da própria marca.

*Com informações da Volkswagen e Carro.Blog.Br.

Para focar em carros elétricos, Volkswagen pode vender a Bugatti
Depois de salvar a italiana Bugatti da decadência em 1998, a Volkswagen pode estar pensar em colher os frutos deste...
SUV do Fusca? Pai e filho constroem versão gigante do Volkswagen
Tem gente que ama o VW Fusca, tem gente que não gosta, mas uma coisa é fato indiscutível, o carrinho fez história e marcou mais de uma...
Rolls-Royce Dawn Silver Bullet foi revelado, mas só terá 50 unidades em todo o mundo
O Dawn Silver Bullet é o novo modelo conversível, super exclusivo lançado da montadora inglesa de automóveis de luxo Rolls-Royce. Revelada em agosto de 2020 com expectativa de...
Jeep Wagoneer retorna celebrando o renascimento de um ícone
A expectativa é de que o Wagoneer comece a ser produzido em Detroit no ano que vem para já chegar as lojas no mesmo ano. Pode parecer um longo tempo de espera, mas para aqueles...
Conheça a nova Mitsubishi L200 Triton Sport 2021
No evento, foi anunciado que a versão GLS custará R$ 188.990, a HPE R$ 212.990, enquanto a HPE-S chegará as lojas ao preço de R$...

O Fusne é um site para quem ama internet, nós somos especializados em testar apps e tudo mais que envolve tecnologia. O que você vai encontrar por aqui é escrito por humanos, que vivem fazendo compras online, assim como você, então entende as suas dificuldades e felicidades nessas horas. O material do Fusne é testado várias e várias vezes pela equipe...