buscar
´

A evolução dos rádios automotivos

Quem não gosta de ouvir um “sonzinho” enquanto dirige? Cada vez mais o som automotivo está ficando mais sofisticado, indo de música e informações à uma completa central multimídia.

Carros
3 meses atrás
A evolução dos rádios automotivos

O primeiro rádio automotivo já tem mais de 100 anos, e com o passar do tempo vem recebendo novas tecnologias constantemente. A paixão por esse equipamento nos veículos cresceu bastante e se tornou um item que não pode faltar.

Linha do tempo

Mercedes-Benz 770Großer Mercedes Cabriolet D (W 07) aus dem Jahr 1937
Mercedes-Benz 770Großer Mercedes Cabriolet D (W 07) aus dem Jahr 1937

Tudo começou em 1930, quando Paul Galvin criou o primeiro aparelho de rádio para carros, o modelo tinha um pequeno dial para ser preso à coluna de direção e possuía apenas frequência AM com amplificadores valvulados, que normalmente eram instalados em um local diferente, como no porta-malas. O aparelho ainda pesava bastante e o preço era altíssimo. Naquele tempo os rádios automotivos representavam um equipamento opcional altamente exclusivo na maioria dos automóveis de luxo.

Pouco tempo depois a Bosch produziu na Europa um modelo de rádio mais compacto, usando um dial redondo de estação de rádio diretamente próximo aos instrumentos dentro do campo de visão do motorista, assim como a Mercedes-Benz fez, por exemplo no modelo 770 “Grand Mercedes”.

Mercedes-Benz Museum Inside No. 32/2021
Mercedes-Benz Museum Inside No. 32/2021

Em 1952, os rádios com frequência modulada FM começaram a aparecer. A introdução dessa nova sintonia reduziu as interferências e melhorou a qualidade de som do aparelho, porém seu alcance era menor. Depois surgiram outras inovações, como teclas de estação de rádio e funções de varredura de estação.

Mercedes-Benz 300 SE der Baureihe 140 aus dem Jahr 1991
Mercedes-Benz 300 SE der Baureihe 140 aus dem Jahr 1991

Foi em 1955 que a Chrysler lançou o primeiro sistema a utilizar mídia externa em seu funcionamento, neste caso, um tocador de discos de vinil. Mas por conta da complexidade do mecanismo a Chrysler retirou o produto do mercado 4 anos depois.

E então, a tecnologia de transistor, slot de fita cassete e som estéreo apareceu na década de 1960. O rádio automotivo que reproduzia fita cassetes se tornou a opção mais procurada, portanto, durante 1970 e 1980, foram criados cada vez mais modelos de rádios automotivos capazes de reproduzi-las.

Three devices were available for the 203 model series Mercedes-Benz C-Class – with satellite navigation system, CD player or cassette tape slot
Three devices were available for the 203 model series Mercedes-Benz C-Class – with satellite navigation system, CD player or cassette tape slot

Logo a tecnologia foi evoluindo e com a popularização dos CDs, os rádios tiveram a integração de um CD player. Depois veio a combinação com navegação por satélite na década de 1990. Oito anos mais tarde, uma pequena empresa britânica chamada Empeg, criou o rádio eletrônico com leitor de arquivos mp3.

Daí em diante, com a chegada dos anos 2000, os vários CDs foram aposentados e os som automotivo passaram a contar com slots de cartão SD e portas USB, o que possibilitou a conexão com pendrive.

Mercedes-Benz C-Klasse der Baureihe 203 aus dem Jahr 2001
Mercedes-Benz C-Klasse der Baureihe 203 aus dem Jahr 2001

Desde então, as unidades de rádio nos veículos foram aprimoradas como um sistema completo de mídia digital e tecnologia da informação. E agora as centrais multimídia estão cada vez mais tecnológicas, oferecendo conexão com internet e espelhamento de smartphones. Também já é possível utilizar reprodução de música via streaming, através de aplicativos como Spotify ou Deezer, além de permitirem o download de playlists no HD, para os momentos em que não houver conexão disponível.

Cópia do Fusca na China irrita montadora Alemã
Novo hatch totalmente elétrico com o visual parecido com o do famoso Fusca, é lançado na China, e essa produção não agradou muito os fabricantes da grande marca VW, já que...
Novo serviço da Tesla deixa carros com direção semi autônoma e ajuda na hora de estacionar
O mais novo e avançado serviço da Testa está disponível em veículos equipados com o computador Full Self-Driving 3.0 ou superior, pelo valor mensal de US$ 199 (equivalente a...
Mobilidade descarbonizada é meta da Renault
A HYVIA vai oferecer eletrolisadores, postos de armazenagem móvel e, a partir do final de 2021, postos de recarga de hidrogênio montados em Flins, na França, disponíveis para...
Renault Captur 2022 segue no caminho do bom design
O Captur 2022 está num novo patamar, entre as mudanças têm novos elementos tecnológicos no para-choque, como a nova luz de circulação diurna DRL em LED que emoldura os...
Projeto para conversão do BMW i3 para etanol torna o carro neutro em emissão de CO2 sem perda de autonomia
“A inovação é algo que está no DNA do BMW Group desde sua fundação, há 105 anos. Esse projeto é mais uma demonstração desse caráter e mais um passo rumo ao futuro da...

O Fusne é um site para quem ama internet, nós somos especializados em testar apps e tudo mais que envolve tecnologia. O que você vai encontrar por aqui é escrito por humanos, que vivem fazendo compras online, assim como você, então entende as suas dificuldades e felicidades nessas horas. O material do Fusne é testado várias e várias vezes pela equipe...